Novidades

Camarim: Conheça 3 pilares de uma boa estratégia de marketing musical

Por Dhiego Bicudo – 13 de novembro de 2018 às 11:08 –

Alô cantor, dupla ou banda: neste conteúdo, vamos abordar sobre estratégia de marketing musical. Agora é chegado o momento importante em que você deve estar atento, cuidando de cada detalhe de sua divulgação.

Você já compôs, fez a produção musical, gravou seu clipe… e agora? Como será sua divulgação? 😮

O Marketing será uma poderosa ferramenta para divulgação de qualquer trabalho. Ou seja, a música não fica fora deste contexto.

Certamente, você já viu que certos músicos fazem um sucesso incrível em pouco tempo, não é mesmo? Possuir muitos fãs em pouco tempo, não quer dizer tanto assim. Afinal, alguns desses nomes, mesmo populares, não conseguiram alçar voos maiores – e não tem nada a ver com falta de talento, muitos desses são ótimos artistas. ☹

Isso tem um motivo e não está somente ligado ao artista em si, mas sim à divulgação correta do trabalho ou não.

Nesse ponto é que entra uma estratégia de marketing musical adequada, que permita criar interesse e melhorar o processo de comunicação e interação entre o projeto e os fãs.

Marketing musical

Esta ferramenta permite que se divulgue de forma bastante interessante um trabalho musical, visando dar destaque ao artista e conseguir mais admiradores para seu projeto musical.

Uma estratégia de marketing musical bem elaborada, traz resultados bem importantes para que o artista alcance um crescimento sólido no meio artístico e possa se projetar de maneira constante.

Essa técnica tem como base, o método 5W2H, além de acompanhar um estudo de comportamento do mercado e, consequentemente, do público a quem se quer alcançar.

Sendo assim, são contempladas as estratégias a seguir com base em um planejamento correto de toda a trajetória do artista e o seu acompanhamento de tal planejamento, para permitir ajustes e correção de rotas, quando necessário.

Podemos relacionar alguns objetivos a serem alcançados com uma estratégia de marketing musical correta:

  • Formas mais eficientes para onde fazer a divulgação da carreira;
  • Como encontrar caminhos para crescimento de seu público;
  • Auxiliar nos conteúdos para comunicar e engajar o artista com o público;
  • Pensar estratégias para as próximas etapas na carreira;
  • Definir ações para vendas e relacionamento com contratantes do artista.

Você deve entender que, para ser destaque num mercado competitivo como o musical, é preciso adotar ações mais profissionais e não trabalhar apenas com ‘achismo’ ou conhecimento de terceiros sem experiência.

Ter conhecimento do mercado com profundidade é essencial e fundamental para um artista se sobressair no mercado musical e alcançar os resultados com mais força. É para bombar, ou não é? 😊

Então, anote aí: recorrer ao apoio de uma agência de marketing especializada em artistas é fundamental para a trilha do sucesso!

3 pilares do marketing musical

Uma boa estratégia de marketing musical contém pilares que sustentam seu nome como marca, assim como a proposta de trabalho que está realizando.

Com essa iniciativa, é possível se destacar no mercado e conseguir mais pessoas que se interessem pelo seu trabalho musical. Isso serve tanto para tirar você do anonimato, quanto iniciante, ou para destacar você em relação a outros nomes da música.

Vamos apresentar três importantes pilares do marketing musical, trazendo informações para que você possa se sair bem.

   1 – Como está a qualidade visual dos seus materiais

Dentro dos principais pilares de estratégia de marketing musical de sucesso, é importante cuidar da qualidade visual de seu trabalho. O que isso quer dizer: cuide de tudo o que tem a ver com a consolidação da sua imagem. Nada pode ser desprezado.

Nesse ponto, é preciso avaliar, desde a sua logo e suas fotos de divulgação, até mesmo seu material de vendas.

  • Você tem uma logo e identidade visual bonita e moderna?
  • Suas fotos de divulgação estão profissionais e passam boa percepção?
  • Sua capa dos singles e CDs estão criativas e bem produzidas?
  • Seus materiais impressos possuem um padrão visual? Ou cada peça é de um jeito?

Investir nas melhores formas de divulgação é um diferencial muito grande para seu sucesso. Para isso, é importante ser cuidadoso e atender a esses três aspectos que estamos apontando. Afinal, todos se inter-relacionam e devem ser tratados com muita atenção.

   2 – Como vão suas mídias sociais

Já atualizou suas mídias sociais hoje? Pois deveria! 😉

Afinal, outro aspecto que contribui para uma estratégia de marketing musical correta é a atenção dada às mídias sociais.

Atualmente, esse é um recurso estratégico importantíssimo para alavancar sua carreira e atingir públicos sem limitação de localidade. E isso é muito bom, porque aumenta as chances de consolidar seu trabalho além das fronteiras em que o artista vive. Top, não é? 😊

Neste aspecto é importante avaliar alguns cuidados, tais como:

  • Como está seu canal do YouTube?
  • Possui miniaturas dos vídeos personalizadas?
  • Possui a arte do canal com a música de trabalho?
  • Criou e organizou as suas playlists?
  • E a descrição dos vídeos?
  • Lembrou de adicionar as letras? Créditos? Palavras chaves?
  • Está respondendo os comentários?

Isso é importante para se ter uma boa percepção de organização e fazer um adequado planejamento de suas ações.

Utilizar o YouTube, por exemplo, permite alimentar o Facebook e Instagram, organizando e expandindo as suas mídias sociais.

Um artista que não construir suas mídias sociais está em total desvantagem em relação ao mercado e certamente não terá ganho algum em relação a obter sucesso.

Por isso, definir ações para uma atuação forte nas mídias sociais é fundamental, algo que você deve buscar melhorar sempre. Certinho?

   3 – Como fica o seu site oficial

Uma boa estratégia de marketing musical deve considerar os cuidados com o site do artista, para que mantenha tudo seguro quanto aos dados, ou seja, protegido de ataques que possam causar alterações, ou até mesmo, perdas de informações.

Um site bem estruturado e que marque a presença do artista, é uma excelente forma de comunicação entre ele e as pessoas que o segue.

E o mais importante, o site bacana é a conexão total de sua carreira com os contratantes, com o ambiente de negócios e com as oportunidades que podem surgir para você – até mesmo quando alguém estiver procurando você no Google.

Com o site, você organiza suas plataformas digitais, mídias sociais, informações de releases, lançamentos e todos os contatos oficiais com seu negócio.

Sendo assim, o investimento que se faz num site oficial do artista é certamente a garantia de retornos permanentes.

Posso te ajudar com sua estratégia de marketing musical

Uma estratégia de marketing musical bem definida é, como você viu, o diferencial para a conquista de mercado e manter seu trabalho de forma consistente e satisfatória tanto para você, enquanto artista, como para seu público, que poderá acompanhar o trabalho com maior facilidade.

Importante entender que conhecer seu público e manter total interação é determinante para conquistar o mercado. E isso pode ser muito mais efetivo de se obter quando se utilizam os três pilares citados neste artigo.

O mercado é dinâmico e requer que os cantores, duplas e bandas estejam constantemente ligados com as tendências de comunicação e divulgação disponíveis, para não ser pego de surpresa e não conquistar novos seguidores ou até mesmo perder os que possui. Cuidado, ok? 😊

Para a melhor otimização desses recursos é ideal que se conte com uma agência que pode trazer de forma rápida o melhor retorno para sua carreira. Você pode contar comigo nessa trajetória! Aproveita e agenda sua consultoria de marketing artístico grátis comigo. Em uma boa conversa vou analisar todos os seus materiais e orientar você no que pode melhorar. Vamos?

Agendar Consultoria de Marketing Artístico Grátis ➡

Dhiego Bicudo
Dhiego Bicudo

Colunista do Portal Mundo Sertanejo, Dhiego Bicudo é professor, marido e pai de dois filhos. Possui muita experiência em marketing para artistas. Atuante em Goiânia, São Paulo e Londrina. Há mais de 16 anos à frente da Agência ICOMP, onde desenvolve estratégias e lançamentos de cantores, duplas e bandas no Brasil.